Certidão FGTS 2020

Atualmente, o empreendedor brasileiro que assina carteira de trabalho de vários colaboradores devem estar com vários documentos em mãos que comprovem o pagamento dos benefícios trabalhistas aos quais o empregado tem direito. Um dos documentos mais solicitados é a Certidão FGTS 2020, que comprova que os pagamentos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) estão sendo realizado corretamente. Então, quer saber um pouco mais sobre a Certidão FGTS 2020? Leia o artigo abaixo!

Certidão FGTS 2020

Certidão FGTS 2020

O que é e para que serve CND INSS

A Certidão Negativa de Débitos, também conhecida como CND INSS, é um documento que comprova a regularidade dos pagamentos das taxas tributárias do empregador. Portanto, por meio desta certidão, os empreendedores podem comprovar que não possui nenhuma pendência tributária com a Previdência Social, que é a instituição responsável pela concessão de benefício trabalhistas como:

A falta da certidão do INSS pode acarretar em diversas dores de cabeça ao empresário brasileiro, como, por exemplo:

  • Impossibilidade de modificação no contrato social;
  • Desaprovação da solicitação de empréstimos instituição bancárias públicas;
  • Falta de concessão de benefício;
  • Impedimento na participação em licitações públicas;
  • Impacto na classificação de risco e;
  • Também pagamento de multa e juros.
CND INSS

CND INSS


Certidão Negativa e Certidão de Regularidade

A certidão negativa de débitos é um documento que constata o pagamento das taxas previdenciárias por um vínculo empregatício ao INSS. O documento possui validez de 60 dias após a data de emissão.

A certidão de regularidade é outra documentação que comprova que o empregador está em dia com pagamento das taxas referentes ao FGTS de seus colaboradores que exercem atividade remunerada com carteira assinada.

✓ Confira outras informações importantes sobre o INSS:


Como Tirar Certidão FGTS 2020 Negativa

A certidão FGTS 2020 negativa é de responsabilidade da Receita Federal. Ela pode ser consultada e emitida por qualquer cidadão, desde que tenha a sequência numérica do CNPJ. A retirada da certidão negativa é um procedimento muitos simples, que consiste em cinco etapas:

  1. Inicialmente, acesse a área de ‘Certidão de Débitos Relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da Unidão’ da Receita Federal pelo endereço: servicos.receita.fazenda.gov.br
  2. na página, preencha a sequência numérica do CNPJ, sem pontos ou barra.
  3. Logo depois, transcreva a sequência de caracteres que está sendo exibido na imagem.
  4. Clique no botão ‘Consultar’.
  5. Logo depois, selecione a opção de ‘Emissão de 2º via da certidão’. A plataforma irá gerar a certidão e o usuário poderá imprimi-la.
Como Tirar Certidão FGTS Negativa

Como Tirar Certidão FGTS Negativa


Como Consultar Regularidade do Empregador

A consulta a regularidade do empregador em relação aos depósitos do FGTS é de responsabilidade da Caixa Econômica Federal, órgão também responsável pelo pagamento de tal benefício.

  1. Inicialmente, acesse a plataforma de ‘Consulta Regularidade do Empregador’ da Caixa Econômica Federal pelo endereço eletrônico: consulta-crf.caixa.gov.br.
  2. Na página da Caixa, preencha os dados solicitados no formulário, são eles:
    • Tipo de inscrição: CNPJ ou CEI
    • Inscrição
    • Estado
  3. Após o preenchimento dessas três informações, transcreva a sequência de caracteres que está sendo exibida na imagem.
  4. Ao fim, clique na opção ‘Consultar’.
  5. A plataforma irá exibir uma notificação na parte superior informando se a empresa está identificada como regular ou irregular perante o FGTS.
  6. Caso deseje imprimir uma segunda via da certidão de regularidade, basta seleciona a opção ‘Obtenha o Certificado de Regularidade do FGTS – CRF’.
  7. Depois, clique em ‘Visualizar’.
Consultar Regularidade do Empregador

Consultar Regularidade do Empregador


O que fazer se não conseguir tirar pelo site da Caixa

Devido uma série de fatores, muitas pessoas podem não conseguir tirar a certidão de regularidade do empregador pelo site da Caixa Econômica Federal. Nesses casos, o mais recomendável é ir presencialmente até uma agência bancária mais próxima de sua residência e solicitar a emissão da documentação.

Assim como no site da Caixa, também será necessário alguns dados sobre a empresa, como CNPJ ou CEI, inscrição e estado de registro.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Leave a Reply